Sport revela real motivo da ausência de Diego Souza contra o Coritiba

Assediado pelo Palmeiras, o meia-atacante Diego Souza faltou ao treino do Sport deste sábado (8 de julho) e não viajou com a delegação para o jogo contra o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro. Arnaldo Barros, presidente do clube pernambucano, deseja manter o jogador de 32 anos em Recife, desde que essa seja a vontade do próprio atleta.

Por meio de nota oficial, o Sport esclareceu que o empresário de Diego Souza alegou motivos pessoais para explicar a ausência do atleta na delegação rubro-negra. Com seis jogos no Campeonato Brasileiro, ele não poderá defender outro clube no torneio caso enfrente o Coritiba na noite desta segunda-feira (10).

“Não estamos negociando com nenhum clube, até porque não nos interessa. Ele joga no Sport enquanto estiver satisfeito. No dia que disser que não quer ficar, nós também não vamos querê-lo no elenco, porque não queremos ninguém insatisfeito. O Sport é maior que qualquer atleta ou dirigente”, disse Barros.

Contratado com status de estrela para suceder Gabriel Jesus, o colombiano Miguel Borja, pouco participativo, vem tendo um desempenho decepcionante. Assim, o técnico Cuca deseja um reforço para o ataque – o clube já tentou trazer Richarlison, do Fluminense, sem sucesso.

“Não há motivo para duvidar do Diego Souza. Vamos esperar ele resolver seus problemas e se apresentar ao clube. Não temos intenção de negociar o jogador. Agora, se o Palmeiras depositar a multa, não temos o que fazer”, ponderou Barros. O valor da multa rescisória do jogador é um mistério.

O vínculo de Diego Souza com o Sport termina apenas em 2018, mas o clube resolveu fazer uma proposta de renovação até o final de 2019 para tentar afastar os rumores de uma eventual saída. A negociação entre as partes ainda não foi concluída e enfrenta a concorrência da oferta do Palmeiras.

“Precisamos aguardar para ver o que houve, já que foi dito ter sido um motivo pessoal. Se não houver uma justificativa adequada, teremos que tratar o assunto de outra forma”, declarou Arnaldo Barros. “Estou defendendo os interesses do Sport”, reiterou o dirigente.

Deixe um comentário