Ex-Limão com Mel está internado há um mês por complicações de cirurgia no estômago; saiba quadro clínico do cantor

O cantor Edson Lima, conhecido pela participação nas bandas Limão com Mel e Gatinha Manhosa, está há um mês internado no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), em Recife. Em 2009, o cantor realizou uma cirurgia conhecida por “desvio do intestino”. A coluna Puxa o Fole conversou, com exclusividade, com a filha do cantor. Segundo a jovem Jéssica Lima, que trabalha na banda com o pai, o forrozeiro apresentou quadro defraqueza, queda de cabelo, pele seca e descascada por falta da passagem de nutrientes interrompida pela cirurgia para reduzir o peso. Após uma consulta médica, realizada no mês passado, foi avaliado a perda de peso excessiva. “O médico decidiu analisar a cirurgia e constatou que ela estava impedido a absorção de nutrientes. Foram feitos mais de 60 exames de imagens e de laboratório. A cirurgia levou a desnutrição do organismo”, revela a filha.

Aos 48 anos de idade, Edson Lima chegou a pesar, antes da intervenção cirúrgica, o valor de 126 kg. A falta de acopanhamento por suplementos e vitaminas fez, recentemente, ele atingir 57 kg. Há um mês internado, o músico já alcança a marca de 64 kg. “Ele está acordado e andando. Ele ainda está internado pois está recebendo nutrição pela veia. Ele chegou a se alimentar por via oral, mas não estava se sustentando. Por isso a medicação venosa’, explica Jéssica.

“A gente teve medo de ter afetado algum órgão. Mas graças a Deus não deu nada”, destaca a filha. Na avaliação dos médicos do Imip, o organismo de Edson não estava absorvendo nenhum tipo de nutriente proveniente de alimentação. Conforme a filha do cantor, ele está recebendo alimentação em “carga pesada”, durante 24h.

Desde do ano passado, Edson e o irmão Batista Lima, também ex-cantor da banda Limão com Mel, realizam apresentação juntos. Os escritórios dos cantores acertaram a realização do projeto “Grande Encontro das Vozes”.

Reversão

“Ele pegou peso, acabou o inchaço e deve ter alta em 15 dias“, conta a filha. Jéssica explica que a equipe médica aguarda a melhora física do organismo para realizar o processo inverso da cirurgia realizada há oito anos. “O desvio possibilitava ele comer normalmente reservando 30% dos alimentos que ele comia e jogava o restante direto para o intestino grosso”. Durante o mês junho, o forrozeiro chegou a realizar shows em eventos juninos, mas o estado físico impossibilitou.

“O médico chegou a liberar eles nos finais de semana para fazer show. Só que seria desgastante por ser alimentação de bomba e suplementos. Nesse intervalo ele ia perder o que ele ganhou. O ideal que ele só volte quando for revertido o processo”, comenta a filha. Ainda segundo a produção do cantor,  da agenda do mês junho ele conseguiu cumprir boas parte das apresentações, mas o irmão chegou a substituir Edson em algumas apresentações sem maiores prejuízos. “Em julho ficamos esperando ele para poder voltar. Não marcamos nada para ele mesmo decidir a nova agenda”.

Deixe um comentário