Exposição resgata história de sacerdote católico em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco

A exposição ‘Padre Remi – A Voz Profética do Sertão’ está aberta para visitantes na Casa da Cultura de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. O evento homenageia os 50 de anos de trajetória sarcedotal do religioso, Remigio de Vettor, que há 26 anos realiza trabalhos sociais na região. A mostra reúne mais de 100 fotografias em preto e branco e coloridas, além de objetos pessoais do religioso. A exposição é aberta ao público de segunda a sábado, das 8h às 17h, estendendo-se até a noite, das 20h às 21h30, às terças e quintas. O evento segue até o final deste mês.
Segundo uma das organizadoras da mostra, Neide Barros, a exposição pretende resgatar o passado desconhecido do Padre Remi. “Fizemos uma linha do tempo, desde o seu nascimento na Itália, até o início da ordenação religiosa e sua vinda para a região. Resgatamos todas as fotos da família e da vida dele”, disse.

Neide Barros ainda ressalta que a iniciativa é um gesto de reconhecimento da comunidade pelos trabalhos que o religioso realizou no município. “Ele é muito ligado ao social, está sempre envolvido com a comunidade, na elaboração de políticas públicas, promoção de debates, criação de entidades sociais. Ele faz um trabalho extenso na região e está à frente de várias ações”, explicou.
Trajetória

O padre Remigio de Vettor, ou padre Remi como é conhecido, nasceu em 1939 no vilarejo Casan, interior da Itália. Em 1967, o religioso passou pela sua ordenação sarcedotal, na Igreja de Santa Cruz, em Roma. Em junho de 1991, o vigário assumiu a paróquia da Santo Antônio, em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco.
Antes de chegar a Salgueiro, o padre também atuou nos municípios de Serrita, Cedro, Exu, Moreilândia e Granito. Na política, o Padre Remi é conhecido pela sua postura crítica e combativa. Engajado, o religioso sempre esteve à frente de ações sociais no Sertão e, especialmente, em Salgueiro, onde vive atualmente.

Serviço:
Casa da Cultura: Rua Major Rufino de Sá, 60 – Santo Antonio, Salgueiro.
Horário: 8h às 17h (segunda a sábado *exceto terça e quinta, das 8h às 17h e das 20h às 21h30).

Do G1

Deixe um comentário