Mutirão de limpeza conclui trabalhos no João de Deus e recolhe lixo das margens do Rio São Francisco em Petrolina.

Ação retirou 630 toneladas de resíduos na zona norte da cidade e realizou coleta que deveria ter sido feita ano passado, depois do Natal.

Finalmente quem passa pelo ponto das barquinhas em Petrolina vai ter uma paisagem mais limpa. É que nesta terça-feira (10), a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, em parceria com Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA) e a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Petrolina (COOMARCA), realizou a coleta do lixo retirado por mergulhadores do Rio São Francisco e que foi deixado no local, inicialmente, sob forma de protestar contra as agressões sofridas pelo nosso Velho Chico. O detalhe é que segundo os organizadores da ação, que integram os movimentos Eco Rio e #SalveChico, o lixo deveria ter sido retirado do local pela prefeitura no ano passado, logo depois do Natal, o que não aconteceu.

A coleta realizada hoje integra as ações do mutirão de limpeza, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade e que desde o início da semana está percorrendo os bairros da cidade. Somente no último domingo foram retiradas quase 600 toneladas de lixo do bairro Vila Eduardo. Na segunda e terça-feira, foi a vez do bairro João de Deus receber as equipes da secretaria que retiraram 630 toneladas de material da localidade. Nesta quarta-feira, o mutirão de limpeza vai chegar ao bairro São Gonçalo. Uma pá carregadeira, 01 retroescavadeira, 04 caminhões caçamba e 20 homens começam a trabalhar na rua 42 a partir das 7h. A ideia é acabar com o lixo e o entulho acumulados indevidamente por toda Petrolina, atendendo uma das prioridades da gestão do prefeito Miguel Coelho.

PRÓXIMOS BAIRROS
Naturalmente, a partir do início do mutirão de limpeza, a demanda pelos serviços aumentou devido da repercussão das ações na imprensa. Diante disso, o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Eduardo Carvalho, tranquiliza a população sobre o andamento do mutirão. “A demanda é grande e por isso não dá pra atender toda a cidade ao mesmo tempo. Já estamos elaborando um cronograma de atendimento a partir da necessidade de cada localidade. Ainda não dá pra definir uma data, mas bairros como o Dom Avelar, Dom Malan, Cohab Massangano, Km 02, Gercino Coelho, Caminho do Sol e Antônio Cassimiro, muito em breve também vão ser contemplados”, projeta Eduardo.

Deixe um comentário