Celpe troca 160 geladeiras e doa 1,5 mil lâmpadas em Serra Talhada, PE

Um mutirão de atendimento da Companhia Energética de Pernambuco será realizado em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a assessoria da Celpe, serão distribuídas 1.500 lâmpadas LED e 160 geladeiras no município. Os clientes terão acesso também a negociação de débitos e cadastro na tarifa social de energia elétrica.

A Companhia informou que a ação acontecerá nos dias 1º e 2 de setembro, na Estação do Forró, no bairro de São Cristóvão. No município, ficarão disponíveis o caminhão do projeto “Energia com Cidadania” e uma Agência Móvel – onde serão oferecidos os serviços disponibilizados nas lojas convencionais, das 9h às 16h.

Apagão afeta 23% da carga de energia de Pernambuco, segundo Celpe

atendimento_celpe_petrolinaUm apagão nesta terça-feira (30) atingiu 23% da carga de energia de Pernambuco. De acordo com a assessoria da Companhia Energética de Pernambuco, o interior do estado foi a região mais afetada. A Celpe não informou quantos municípios foram atingidos.

Segundo a Celpe, a queda de fornecimento teve início às 12h49. A Companhia informou que a energia foi restabelecida em todo o estado às 13h23. A assessoria da Celpe disse que o fornecimento foi afetado em decorrência do desligamento automático na Linha de Transmissão Colinas/Miracema, no Tocantins.

Quem tiver sofrido algum dano material por causa do apagão deve procurar a Celpe. O consumidor pode comparecer ao escritório da empresa e preencher os documentos que mostrem a perda do equipamento após a queda de energia. O ônus é revertido – ou seja, a Celpe é que vai precisar provar se a perda foi ou não durante o apagão. A companhia tem 10 dias para fazer a vistoria necessária e 30 dias para solucionar o problema do consumidor. No caso de eletrodomésticos como geladeira, o cliente deve tirar dois ou três orçamentos, bancar o conserto e reivindicar o reembolso junto ao escritório da empresa.

País terá novos contratos de trabalho

wpid-carteira_de_trabalho.jpegPior reflexo da crise, o desemprego continua crescendo no País. No trimestre encerrado em julho, a taxa de desempregados bateu os 11,6%, segundo o IBGE, um recorde para o período. Em frente ao quadro assombroso, o Planalto estuda alternativas para estimular contratações. Entre elas estariam a criação de duas no­vas modalidades de contratos, chamadas de parcial e intermitente.

As mudanças devem fazer parte da reforma trabalhista que o Governo interino pretende aprovar após o fim do processo de impeachment, caso o veredito seja favorável à continuidade da gestão Temer, de acordo com o jornal Estado de S.Paulo. Ambos os casos se aplicam a jornadas de trabalho menores do que as 44 horas semanais previstas nos contratos formais.

Nos contratos parciais, a jornada acontece em dias e horas previamente definidos, como um garçom que trabalha apenas nos fins de semana. O trabalho intermitente é por necessidade, como os profissionais de buffet de festas ou um segurança em um evento. Tanto no parcial co­mo no intermitente, os direitos trabalhistas – 13° salário, férias – passariam a ser calculados de forma proporcional. Ou seja, o empresário não teria custo pelos outros dias.

A proposta trouxe dúvidas para quem trabalha com horário flexível, como o garçom Leonildo Soares, 57 anos, 20 deles dedicados à profissão. “O que me preocupa é isso acabar mudando também o contrato de quem já está trabalhando”, considerou. O presidente da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel) em Pernambuco, André Araújo, acredita que não haverá interferências nos contratos vigentes. “São coisas distintas. A Abrasel já defende há tempos o trabalho intermitente para gerar empregos”, argumentou. “Fora do Brasil, é comum muitos jovens recorrerem à modalidade para custear estudos e também seria uma alternativa para os aposentados, como um complemento”, disse, adicionando que o Nordeste teve a maior queda de empregos no setor de alimentação do País (8,8%), este ano.

Na avaliação do doutor em Direito do Trabalho e professor da PUC-SP, Ricardo Pereira Guimarães, as mudanças não teriam o poder de estimular a geração de empregos. “O Brasil não precisa de reforma trabalhista, mas tributária, porque são os tributos que pesam para os empresários. A carga chega a mais de 100% dos salários”, ex­pôs. “Haverá a precarização das relações de trabalho”, interpretou o presidente da CUT-PE, Carlos Veras. Da Folha PE.

Brasileiras no topo da lista da Forbes

separacao21Se na Olimpíada do Rio o Brasil deixou a desejar no pódio, no ranking das modelos mais bem pagas do mundo, divulgado nesta terça (30) pela Revista Forbes, o Brasil é ouro e prata. Tudo porque a supermodelo Gisele Bündchen permanece no topo da lista, com uma renda anual de 30,5 milhões de dólares. Em segundo lugar, a também brasileira Adriana Lima, com 10,5 milhões de dólares.

Kendall Jenner, de 20 anos, dividiu a terceira colocação com Karlie Kloss, subindo da 16ª posição no ano anterior. A integrante do reality show da família Kardashian viu sua receita aumentar de 4 milhões de dólares em 2015 para 10 milhões de dólares em 2016.

Gisele Bundchen, 35 anos, ganha mais dinheiro do que qualquer outra modelo desde 2002 e mantém o padrão com acordos com a Chanel, Carolina Herrera e Pantene. Já Adriana Lima é modelo da Victoria’s Secret há muito tempo e também trabalha com Maybelline e com os relógios IWC.

As 20 modelos ganharam um valor total de 150 milhões de dólares entre 1° de junho de 2015 e 1° de junho de 2016. Os resultados incluem renda de cosméticos, perfumes, além de outros contratos, e têm como base entrevistas com gerentes, agentes e executivos de marcas.

Trabalhadores têm até hoje para sacar abono do PIS-Pasep

PIS-e-PASEPTermina hoje (31) o prazo para trabalhadores sacarem o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), ano-base 2014. Segundo o Ministério do Trabalho, cerca de 1 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o benefício, disponível nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil.

O abono tem o valor de um salário mínimo, R$ 880. Podem receber a quantia os trabalhadores que tiveram a carteira assinada por pelo menos 30 dias e receberam até dois salários mínimos em 2014.

Consulta

Para saber se tem direito ao abono, o trabalhador deve ligar para o número 158, do Ministério do Trabalho. Também é possível obter informações na Caixa ou no Banco do Brasil, pelos números 0800 726 0207 e 0800 729 0001.

Para consultar pela internet, é preciso acessar o site do Ministério do Trabalho e clicar no banner Abono Salarial, localizado na parte superior da tela. No local, é possível visualizar a lista dos trabalhadores que ainda não fizeram o saque, dividida por estado e município e em ordem alfabética. A página abonosalarial.mte.gov.br oferece a consulta por meio do número do PIS/Pasep ou do CPF e da data de nascimento.

Senado conclui hoje julgamento da presidenta afastada Dilma Rousseff

1028404-29-06-2016wdo_5263Os senadores retomam hoje (31), a partir das 11h, a sessão final para votação e julgamento do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A reunião começará com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, que conduz os trabalhos no Senado, apresentando uma síntese das alegações finais da acusação e da defesa.

Em seguida, ele deverá responder a algumas questões de ordem que podem ser apresentadas pelos senadores ou pelos advogados sobre a votação. Uma das questões que deve ser colocada é em relação à pergunta que será feita aos senadores no momento de votar.

Está previsto que Lewandowski faça a seguinte pergunta: “Cometeu a acusada, a senhora presidenta da República, Dilma Vana Rousseff, os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos junto à instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional, que lhe são imputados, e deve ser condenada à perda do seu cargo, ficando, em consequência, inabilitada para o exercício de qualquer função pública pelo prazo de oito anos?”.

A defesa, no entanto, deve questionar se a condenação da presidenta vai implicar necessariamente e automaticamente a perda dos direitos políticos por oito anos, ou se será o caso de fazer essa pergunta separadamente para uma nova votação.

Lewandowski deverá responder unilateralmente a essa e a qualquer outra questão que seja colocada, bem como a pedidos de votação em destaque que sejam apresentados. Suas decisões não poderão ser objeto de recurso ao plenário.

Concluídas essas preliminares, o presidente designará dois senadores favoráveis e dois contrários para fazerem o encaminhamento da votação por cinco minutos cada. Em seguida, será feita a pergunta e aberto o painel para a votação dos senadores. Para que a presidenta seja condenada são necessários pelo menos 54 votos, que equivalem à maioria qualificada, ou dois terços dos 81 senadores.

Embora a votação seja aberta, ela será eletrônica, no painel, e não haverá chamada nominal para que os senadores pronunciem seus votos oralmente. Depois que todos tiverem votado, Lewandowski abrirá o painel e o resultado será divulgado. Ele lavrará a sentença na mesma hora e todos os senadores serão convidados a assinar. Na sequência, será publicada a resolução.

Se a presidenta for condenada, ela será imediatamente notificada, bem como o presidente interino Michel Temer. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deverá então convocar uma sessão do Congresso Nacional para o mesmo dia, a ser realizada na Câmara dos Deputados, para dar posse a Temer.

Governo de PE deve agilizar entrega de remédios a pacientes do SUS

A Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) terá 10 dias para definir as medidas que serão adotadas para solucionar as irregularidades no fornecimento de medicamentos a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Nesta segunda-feira (29), o Ministério Público Federal em Pernambuco (MPF-PE) expediu recomendação para que seja feito um planejamento adequado para a aquisição de remédios que integram a Assistência Farmacêutica do Estado.

Suspensões na entrega de oxcarbazepina a um paciente que sofre com convulsões, ocorridas quatro vezes nos últimos dois anos, motivaram a atuação do MPF-PE. De acordo com o órgão, da última vez, o medicamento não foi fornecido por mais de dois meses, mesmo após uma ordem judicial que determinou a entrega do remédio.

Bonner e Fátima Bernardes anunciam fim do casamento de 26 anos

separacao21William Bonner e Fátima Bernardes anunciaram nesta segunda-feira, 29, que estão se separando. Os jornalistas, que ficaram juntos por 26 anos, publicaram a mesma mensagem no Twitter na noite desta segunda como forma de comunicado sobre o fim do casamento.

“Em respeito aos amigos e fãs que conquistamos nos últimos 26 anos, decidimos comunicar que estamos nos separando. Continuamos amigos, admiradores do trabalho um do outro e pais orgulhosos de três jovens incríveis. É tudo o que temos a declarar sobre o assunto.  Agradecemos a compreensão, o carinho e o respeito de sempre. Fátima e William”, escreveu o casal.

O casamento de William Bonner e Fátima Bernardes, que se conheceram nos bastidores do “Jornal da Globo”, aconteceu em 1990. Em 21 de outubro de 1997, Fátima deu à luz trigêmeos. Fátima assumiu a bancada do “Jornal Nacional” em 1998, ao lado William. Eles trabalharam juntos até 2011. Em 2012, ela passou a comandar o próprio programa, “Encontro com Fátima Bernardes”.

A última vez que o casal foi visto junto em público foi há cerca de dois meses, durante um passeio em família por um shopping do Rio com os trigêmos Vinícius, Beatriz e Laura.

Do Site Ego

Seis municípios do Sertão pernambucano não registraram homicídios este ano

Os municípios de Brejinho, Calumbi, Dormentes, Granito, Ingazeira e Itacuruba integram a lista dos 10 mais pacíficos deste ano no Estado de Pernambuco. Chegando a setembro, estas localidades, além de Ibirajuba, Orobó e Saloá, não registraram homicídios este ano até o momento.

O destaque fica com o município de Ingazeira, no Sertão do Pajeú, onde desde 2013 não há registro de homicídios. Fundada em 1820, às margens do Rio Pajeú, Ingazeira tem forte tradição religiosa e venera o padroeiro São José. Do  Blog Alvinho Patriota.

Carro com placa finalizada em 8, 9 e 0 tem CRLV de 2015 válido só até quarta

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) alerta os motoristas e donos de automóveis com placas finalizadas em 8, 9 e 0 que o prazo para a circulação com o Certificado de Registro e Licenciamento Veicular (CRLV) de 2015 termina na quarta-feira (31). Quem for flagrado com o documento fora de validade estará sujeito a ter o veículo retido e removido para o depósito, além de pagamento de multa no valor de R$ 191,54 e das taxas para a liberação.

O CRLV 2016 só é emitido depois do pagamento de todas as taxas que compõem o licenciamento. Esses valores são correspondentes ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), taxas (bombeiros e licenciamento), possíveis multas vencidas e seguro obrigatório (DPVAT).

Há duas formas de receber o documento novo. Uma delas é pelos Correios — a modalidade vale para quem optou por pagar a taxa de postagem de R$ 15,77. A outra é por meio de agendamento de atendimento para emissão do CRLV no site. Assim, é possível escolher o posto de atendimento para retirada.

Trabalhadores têm até quarta-feira para sacar benefício do PIS/Pasep

carteiraMais de um milhão de trabalhadores com direito ao abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), ano-base 2014, ainda não sacou o benefício, que equivale a um salário mínimo (R$ 880) e corre o risco de perder esse dinheiro. O prazo para o saque termina na próxima quarta-feira, dia 31. Depois dessa data, informou o Ministério do Trabalho, o valor retornará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), e não estará mais disponível para saque nas agências bancárias.

Têm direito ao Abono Salarial ano-base 2014 quem trabalhou por pelo menos 30 dias com carteira assinada e teve salário médio de até dois salários mínimos naquele ano. Além disso, era preciso estar inscrito no PIS/Pasep há no mínimo cinco anos e ter tido o nome informado pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), informou o Ministério do Trabalho.

O saque pode ser feito em qualquer agência da Caixa (para o caso do PIS) ou do Banco do Brasil (no caso do Pasep). Servidores públicos que se aposentaram depois de 2014 e cargos comissionados em instituições públicas devem verificar se têm direito ao Abono Salarial. O governo recomenda que as pessoas não deixem para o último dia e alerta que o prazo, que se encerra na próxima quarta-feira, não será prorrogado novamente.

Como saber se tem direito

No site do Ministério do Trabalho é possível pesquisar o nome dos trabalhadores com direito ao benefício que até a última quinta-feira (25) ainda não haviam feito o saque. Para realizar a consulta é preciso clicar no banner Abono Salarial, localizado na parte superior da tela. Para avançar na pesquisa, basta localizar seu estado e seu município, e procurar pelo seu nome, que constará em uma lista em ordem alfabética. No site do abono salarial há uma ferramenta onlinepara os trabalhadores checarem se têm direito ao abono.

Outra opção é o Alô Trabalho, no telefone 158, que é um canal gratuito de comunicação do Ministério do Trabalho com o trabalhador. São aceitas ligações de telefone fixo de todo o país, e os atendentes estão preparados para dar informações sobre o Abono Salarial. Além desses canais, o interessado deve procurar a Caixa Econômica Federal e fornecer informações sobre o PIS pelo telefone 0800-726 02 07. No caso do Pasep, a ligação deverá ser feita para o Banco do Brasil no telefone 0800-729 00 01, informou o Ministério do Trabalho.

Senado retoma julgamento de Dilma com debates entre defesa e acusação

1028404-29-06-2016wdo_5263Os senadores retomam hoje (30) os trabalhos do julgamento do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff. Às 10h começam os debates entre acusação e defesa. Os advogados Janaína Paschoal e José Eduardo Cardozo, respectivamente, terão uma hora e meia cada para fazer suas alegações e depois mais uma hora para réplica e uma hora para tréplica. Os debates podem, portanto, durar até cinco horas.

Em seguida, será iniciada a discussão dos senadores. Cada um terá direito a falar por dez minutos, que não podem ser prorrogados e não há direito a aparte. Até a noite dessa segunda-feira (29), 53 senadores já estavam inscritos para falar, mas outros podem requisitar o direito ao debate até o último minuto. O primeiro será o senador Gladson Cameli (PP-AC). A previsão é de que essa fase do julgamento dure cerca de nove horas, podendo se estender se mais senadores se inscreverem.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, que conduz o julgamento, tem concedido intervalos de uma hora para almoço e uma hora para jantar e outros que variam de 30 minutos a uma hora, a depender do ritmo dos trabalhos.

Depois das discussões entre os parlamentares, finalmente será a vez de Lewandowski fazer a seguinte pergunta aos senadores: “Cometeu a acusada, a senhora presidenta da República, Dilma Vanna Rousseff, os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos na instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional, que lhes são imputados, e deve ser condenada à perda do seu cargo, ficando, em consequência, inabilitada para o exercício de qualquer função pública pelo prazo oito anos?”.

Será aberto espaço para encaminhamento de dois senadores favoráveis e dois contrários ao impeachment, com cinco minutos de fala para cada um. Após esse encaminhamento, o presidente da sessão abrirá o painel e os senadores serão convidados a votar. O voto é nominal e aberto, computado pelo painel eletrônico, onde o resultado final será divulgado.

Seleção busca preencher 18 vagas para técnico em agropecuária em PEComeçam nesta segunda-feira (29) as inscrições no processo seletivo da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) que visa preencher 18 vagas para o cargo de técnico em agropecuária. O salário é de R$ 1.635, e os candidatos devem ter nível médio/técnico de escolaridade. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 12 de setembro.

Começam nesta segunda-feira (29) as inscrições no processo seletivo da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) que visa preencher 18 vagas para o cargo de técnico em agropecuária. O salário é de R$ 1.635, e os candidatos devem ter nível médio/técnico de escolaridade. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 12 de setembro.

Para se inscrever, é necessário preencher o formulário disponível na internet e encaminhá-lo, por meio de Sedex ou de forma presencial, de segunda a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 16h, para o Setor Jurídico da Adagro, na Avenida Caxangá, 2200, Cordeiro, Recife – PE – CEP: 50711-000. É preciso anexar cópia dos documentos relacionados no edital em envelope lacrado, devidamente identificado com o nome do candidato e do cargo.

A seleção terá validade de dois anos e conta apenas com uma etapa: avaliação curricular, que é eliminatória e classificatória. Também são requisitos para participar da seleção: experiência profissional como técnico em agropecuária por, no mínimo, um ano, Carteira Nacional de  Habilitação (CNH) na categoria AB; e disponibilidade para viagens.

A carga horária é de 40 horas semanais. As oportunidades são para os escritórios localizados em Belo Jardim, Sanharó, Goiana, Sertânia e Ouricuri, com uma vaga para cada município. São oferecidas ainda três vagas para a Barreira Sanitária de Xexéu, em Palmares; e outras três para a Barreira Sanitária de Ambó, em Sertânia; e duas oportunidades para a Barreira Sanitária de Marcolândia. Às pessoas com deficiência, são reservadas cinco vagas.

Três pessoas da mesma família morrem em acidente no Sertão de PE

acidente_salgueiroUm acidente entre dois carros, ocorrido no final da tarde deste sábado (27), causou a morte de três pessoas da mesma família, na BR-232, próximo ao município de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. O homem, de 39 anos e a mulher, de 34 anos, morreram ainda no local do acidente. As duas filhas do casal, de 9 anos e de 3 anos foram socorridas em estado grave. A menina de 9 anos morreu ao dar entrada no hospital.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu no KM 458, a cerca de 50 quilômetros de Salgueiro. O carro de passeio, com placa de Araripina, onde seguia a família, colidiu de frente com uma caminhonete, com placa de Caruaru.

A PRF informou que pelas marcas de freio na via, a caminhonete teria invadido a pista contrária, causando a colisão. A PRF disse ainda que não há como precisar se a colisão ocorreu durante uma ultrapassagem e que somente a perícia do Instituto de Criminalística pode afirmar o que de fato ocorreu.

As duas crianças foram socorridas para o hospital de Salgueiro. A filha do casal, de 9 anos, não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu durante o atendimento médico. A outra vítima, de 3 anos, teve um corte na cabeça e o quadro de saúde é considerado estável. Segundo o Corpo de Bombeiros de Salgueiro, as duas crianças estavam nos assentos adequado para a idade.

O motorista da caminhonete fugiu do local sem prestar socorro as vítimas. Testemunhas que presenciaram a colisão, disseram a PRF que após o acidente, o homem saiu do carro com algumas escoriações e fugiu pela Caatinga. Dentro do veículo a Polícia Cientifica encontrou uma carteira de motorista, mas ainda não é possível afirmar quem estava conduzindo o carro no momento do acidente.

Os corpos das vítimas foram liberados na manhã deste domingo (28) e encaminhados paraOuricuri, também no Sertão de Pernambuco. Com informações do G1 Petrolina.

Agricultor esfaqueia ex-esposa na zona rural de Serrita-PE

GIROUma agricultora residente no sítio Cacimba Nova, zona rural de Serrita-PE, foi esfaqueada nesse fim de semana pelo ex-companheiro. A vítima foi socorrida para o hospital local, onde ficou internada em observação.

A Polícia Militar realizou várias buscas no intuito de identificar e deter o acusado do crime, mas não obteve sucesso. Os policiais confeccionaram um boletim de ocorrência com os dados colhidos e entregaram na Delegacia de Polícia Civil, que instaurou inquérito para investigar o crime.

Posteriormente, a polícia recebeu informação que o acusado tinha sido detido por populares e amarrado no sítio Cacimba Nova. Os policiais foram ao local e prenderam o agricultor de 59 anos, que levado para a DPC e encaminhado ao Presídio de Salgueiro.

Do Blog Alvinho Patriota

Agricultor é assassinado a tiros em feira livre no povoado de Serrolândia

Um agricultor de 43 anos foi assassinado a tiros, neste domingo (28), em Serrolândia, povoado de Ipubi, no Sertão de Pernambuco. O homicídio ocorreu em uma feira livre do município. O suspeito de cometer o crime continua foragido.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o agricultor estava fazendo compras na feira de Serrolândia quando um homem se aproximou, efetuou um tiro na cabeça da vítima e fugiu. O agricultor morreu na hora. Testemunhas disseram a polícia que o suspeito fugiu a pé pela rodovia e em seguia subiu em uma moto.

A  PM trabalha com a possibilidade de vingança. Segundo informações repassadas para a polícia, em 1998 a vítima assassinou um agricultor, no município de Exu. Testemunhas afirmaram ainda terem visto um dos filhos do agricultor morto há 18 anos andando no povoado de Serrolândia há algumas semanas.

Do G1 Petrolina

Redes sociais são alvo principal de ações na Justiça Eleitoral

internetAs redes sociais são o maior alvo das ações na Justiça Eleitoral para remoção de conteúdo, segundo levantamento feito pela Fundação Getulio Vargas. O estudo, que considerou 484 processos abertos nas eleições de 2014, em todo o país, indicou que 56,9% das demandas visavam postagens em espaços como Facebook, Twitter e Youtube. Segundo os dados preliminares divulgados hoje (26), os blogs vêm em seguida como alvo preferencial das ações (12%), depois as páginas da administração pública direta (11,4%) e os portais de notícias (9,7%).

Em caráter liminar, 66% das ações propostas foram deferidas, pelo menos parcialmente. Nas sentenças, o índice de deferimento se reduz ligeiramente e fica em 62%. Enquanto nos acórdãos, quando o caso é apreciado por um grupo de magistrados, o índice de aceitação dos pedidos de remoção de conteúdo é de 58%.

A maior parte das ações foi iniciada por partidos ou coligações (46,7%) e, em seguida, estão as demandas feitas diretamente por candidatos (30,3%) e pela imprensa (22,8%). A maior parte dos réus nos processos eram os próprios candidatos (43,6%), depois as pessoas físicas, com 17,7% e os provedores que oferecem plataforma ao conteúdo (14,6%).

Os dados que compõem a pesquisa foram coletados a partir de todos os processos disponibilizados online pelos tribunais regionais eleitorais das 27 unidades da federação e pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Cerceamento

Segundo a coordenadora do estudo, a professora Mônica Guise, alguns reclamantes vão além do simples acionamento da Justiça e tentam complicar a vida dos autores do conteúdo indesejado. “Verificamos que, em alguns estados, existe uma estratégia processual de, ao invés de pedir tudo em uma única ação, o que seria perfeitamente possível, o autor bombardeia o réu com 20, 30 ou 40 ações e cada ação pedindo uma questão específica, em que pese o conflito ser o mesmo. A gente entende que essa é uma estratégia processual, porque de fato é um grande pepino para quem está na outra ponta”, destacou.

Esse tipo de procedimento é, na opinião da especialista, uma forma de impedir a publicação de opiniões contrárias ao autor das ações. “Me preocupam cada vez mais as estratégias e ferramentas que têm sido usadas de forma cada vez maior para de fato censurar e não deixar publicar”, acrescentou.

Um dos autores da página humorística Sensacionalista, Nelito Fernandes, contou já ter sofrido esse tipo de ataque judicial, quando mantinha uma coluna no jornal Extra, do Rio de Janeiro. Na ocasião, Fernandes disse ter publicado uma charge em que sugeria a criação de um cartão especial para pagar propina a policiais, satirizando fatos noticiados à época.

Como reação, foi alvo de uma enxurrada de processos. “Dois mil e trezentos policiais militares entraram com ações individuais. O jornal não perdeu nenhuma, mas a defesa custou R$ 1 milhão. E eu tive de ir mais de 300 vezes a audiências. Então, isso já é um cerceamento. Eu nem preciso dizer que, ao final disso, apesar da gente não ter perdido nenhuma ação, eu perdi a coluna”, contou.

Atualmente, no Sensacionalista, Fernandes disse não se furtar a fazer críticas a nenhum grupo ou pessoa, mas manter a atenção voltada à repercussão nas redes. De acordo com Martha Mendonça, outra autora da página, críticas de internautas podem fazer com que o conteúdo seja repensado. “Uma coisa é fazer humor, outra coisa é fazer humor nas redes sociais. É uma situação em que você tem retorno absolutamente imediato. E a gente, às vezes percebe, pelo retorno, que a gente mandou mal”, acrescentou.

A equipe, no entanto, mantém uma linha editoral em que evita fazer piadas que possam agredir grupos historicamente desprivilegiados ou com conteúdo ofensivo, de racismo, machismo ou homofobia. “A gente gosta de falar mal do opressor, não do oprimido”, disse Martha.

Dilma faz hoje sua defesa no plenário do Senado

1028404-29-06-2016wdo_5263A presidenta afastada Dilma Rousseff vai hoje (29) ao Senado se defender das acusações de ter cometido crime de responsabilidade em 2015. Ela responde ao processo de impeachment, sob a alegação de ter editado em 2015 decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso e também de usar dinheiro de bancos federais em programas do Tesouro [as chamadas pedaladas fiscais]. A petista foi afastada da presidência da República pelo Senado há mais de 100 dias.

Na última semana, o Senado ouviu os depoimentos das testemunhas de defesa e de acusação na quinta (25), sexta (26) e sábado (27). Dilma começa a falar às 9h. Inicialmente, terá 30 minutos para a apresentação, mas esse tempo poderá ser prorrogado por mais 30 minutos. A critério do presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, que comanda o julgamento do impeachment, a presidenta afastada poderá ter mais tempo na fase inicial.

Depois da fala de Dilma, terão início os questionamentos dos senadores. Cada parlamentar terá até cinco minutos para fazer perguntas. O tempo de resposta de Dilma é livre e não será permitida réplica e tréplica. Dilma também poderá deixar de responder às indagações dos parlamentares.  Mais da metade dos 81 senadores já se inscreveram para questionar Dilma Rousseff.

O depoimento de Dilma será acompanhado no plenário por cerca de 30 convidados dela. Entre eles estão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente do PT, Rui Falcão, do PDT, Carlos Lupi, vários ex-ministros do governo, além de assessores e outras pessoas próximas. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), colocou à disposição da acusação de Dilma o mesmo número de cadeiras que disponibilizou para a petista.

A expectativa é de que a o depoimento dure todo o dia e se estenda até parte da noite. Os senadores que apoiam o impeachment garantem que não haverá enfrentamentos, mas que irão fazer todos os questionamentos. Eles entendem que o comparecimento da presidenta afastada ao plenário não mudará os votos dos senadores.

Os parlamentares contrários ao impeachment, no entanto, acreditam que a fala dela vai mudar votos. O senador Lindberg Farias (PT-RJ) disse que os aliados de Dilma estão depositando todas as esperanças no depoimento. “Acho que vai ser um dia em que o Brasil vai parar. Acho que a presidenta pode mostrar ao país que está sendo vítima de uma injustiça e que não há crime de responsabilidade. Acho que é um dia que pode virar o jogo”, afirmou.

Abatedouros de galinha caipira serão instalados em Petrolina, Serra Talhada e Petrolândia

files_13826_201608221618383605O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, em parceria coma a AD Diper e Agefepe, prospectam a estruturação de arranjos produtivos locais nas áreas de piscicultura e de criação de aves caipiras, nos municípios de Petrolina, Serra Talhada e Petrolândia.

O projeto, que prevê a  instalação de pequenos abatedouros de galinha caipira, é de autoria do médico veterinário e extensionista do IPA, Paulo Nogueira. Pelo IPA, participam das visitas o assessor da presidência, Álvaro França, e o gerente do Departamento de Assistência Técnica, Maviael Fonseca.

“O IPA fará parte do convênio como uma instituição interveniente,  responsável pelas capacitações nas áreas de produção, boas práticas e gestão do empreendimento”, explica França. Representando a AD Diper, o diretor, André Freitas, e o gerente de Arranjos Produtivos Locais, Carlos Alves, além do gerente de pequenos negócios da Agefepe, Luiz Valente, responsáveis por aportar o recurso para as associações locais.

No município de Jati-CE prefeita vai disputar reeleição sozinha

prefeita-254x300Enquanto em municípios como Ouricuri, no Sertão do Araripe de Pernambuco, a prefeitura é muito disputada, com seis candidatos para uma vaga, em Jati, no Cariri do Ceará, a campanha para o cargo de prefeito só terá uma candidata.

A prefeita Maria de Jesus Diniz Nogueira (PSD), a “Neta”, candidata à reeleição, não vai ter concorrente e disputará os votos dos eleitores com as opções de nulo ou branco.

Isso aconteceu porque a candidatura do grupo da oposição foi rejeitada pelo cartório eleitoral. O médico Jarbas não conseguiu se desincompatibilizar em tempo hábil para registrar a candidatura. O grupo resolveu ficar de fora do pleito por não ter opção.

Numa forma irreverente de protestar, os oposicionistas escolheram um bode para ser o candidato simbólico deles. O ‘Bode 90’, que circula pela cidade na garupa de uma moto, será instrumento de protesto.

Do Blog Alvinho Patriota